Segunda, 17 de dezembro de 201817/12/2018
Claro
22º
32º
32º
Sonora - MS
Erro ao processar!
radio
GERAL
Lula decide não se entregar para fazer da prisão um ato político, dizem analistas
Analistas veem a intenção de ato político
Sonora News Sonora - MS
Postada em 06/04/2018 ás 16h03
Lula decide não se entregar para fazer da prisão um ato político, dizem analistas

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, mantém até o momento, a decisão de não se entregar voluntariamente à Polícia Federal, em Curitiba (PR). Lula está na sede do Sindicato dos Metalúrgicos do ABC, em São Bernardo do Campo (SP), onde passou a noite. De acordo com reportagem do Correio Braziliense, a expectativa é que ele permaneça lá durante todo o dia.


O ex-presidente do Partido do Trabalhadores Rui Falcão, também confirmou a informação. Ele disse na manhã desta sexta-feira (6) ao Estadão que o ex-presidente não irá se entregar à Polícia Federal. A declaração de Falcão foi dada ao chegar à sede do Sindicato dos Metalúrgicos.


O despacho do juiz Sergio Moro, que determinou a prisão do ex-presidente, o concedeu ao ex-presidente Lula a possibilidade de se entregar voluntariamente, dando, para isso, o prazo de 17h desta sexta-feira. Segundo informações do Estadão, no Sindicato dos Metalúrgicos aumenta, com o passar das horas, o número de militantes e membros de movimentos sociais ligados ao PT concentrados dentro e fora da sede.Pouco depois das 9h, chegou uma comitiva do Central dos Movimentos Sociais com cerca de 50 pessoas portando bandeiras, cartazes e gritando palavras de ordem em apoio ao ex-presidente. 


Analistas fazem previsões


A reportagem do Correio, indica que o ex-presidente montou uma estratégia para transformar sua prisão em um grande fato político. Analistas apontam que o petista teria combinado de manter uma equipe de fotógrafos para que toda a ação da Polícia Federal seja registrada.


Lula também teria avisado aos mais próximos que ficará o tempo que for necessário na prisão e não quer saber de tornozeleira. Na cadeia, registrará todos os detalhes do seu dia a dia, repassando as informações a assessores. Lula, segundo o Correio, definiu que vai registrar oficialmente a candidatura ao Palácio do Planalto. E terá como vice Fernando Haddad, ex-prefeito de São Paulo.


Caso o TSE (Superior Tribunal Eleitoral) negue o registro da candidatura, Lula lançará Haddad como cabeça de chapa. Lula já consultou seus aliados mais próximos. Muitos veem a estratégia com ressalvas, mas estão dispostos a dar o suporte necessário para que o ex-presidente consiga atingir seus objetivos. Colocar a PF em uma saia justa e tirar proveito político da prisão.

FONTE: Midiamax
O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas. A qualquer tempo, poderemos cancelar o sistema de comentários sem necessidade de nenhum aviso prévio aos usuários e/ou a terceiros.
Comentários

500 caracteres restantes

  • COMENTAR
    • Prove que você não é um robô:

© Copyright 2018 :: Todos os direitos reservados

Rua Do Cedro Nº 396 Telefone: (067) 3254-2438 Sonora - MS

Site desenvolvido pela Lenium